BEM-VINDO AO FUTURO DE BRASÍLIA!

Estamos fazendo hoje, o futuro de Brasília e do Distrito Federal.




CONHEÇA O TRABALHO DO CODESE/DF

Você tem algum projeto para nossa cidade? Compartilhe conosco.


ENVIE O SEU PROJETO

Sociedade civil propõem projetos e ajuda na gestão de Brasília

As primeiras sugestões de caráter emergenciais do Codese-DF serão apresentadas ainda este mês ao governador Rodrigo Rollemberg.
04/09/2017
FONTE: Youtube

A efetiva participação do Codese-DF na definição dos caminhos que Brasília deve trilhar para a construção de uma cidade melhor para se viver foi louvada em entrevista à imprensa pela empresária Janete Vaz, presidente do grupo SABIN. Ao descartar sua participação na vida partidária, a empresária ressaltou que faz políticas públicas todos os dias, contratando funcionários e pagando os impostos. Janete participa do Codese-DF, na Câmara Técnica da Saúde, ondecontribui, de forma voluntária, com experiência e gestão, na formulação de políticas para o setor.
 
A sugestão de Janete tem apoio de outras empresas além da SABIN e de 58 entidades e organizações que participam hoje do Conselho. Como diz o presidente da OAB-DF, Juliano Costa Couto, o Distrito Federal recebe, como todo o Brasil, os efeitos virais dos tempos de ansiedade e atribulação. “Nós, instituições da sociedade civil organizada, temos o dever de nos movimentar, pensar e apresentar soluções que alavanquem nossa economia. Estamos orgulhosos de estar juntos com diversas instituições que partilham do mesmo desejo de planejar e buscar estratégias para dar novos destinos ao futuro sustentável de Brasília”.
 Para Juliano, a criação do Conselho Desenvolvimento Estratégico, Social e Econômico do Distrito Federal (Codese-DF) é um marco e certeiro pontapé nesse sentido. O Conselho se propõe a ser um agente de auxílio e elaboração de projetos para o desenvolvimento de políticas públicas que levem Brasília a conseguir um rápido e sustentável econômico, a curto, médio e longo prazo, com a participação de toda a sociedade, completou.
 
A advogada Fabiola Orlando, gestora da “Câmara Estratégica de Paz e Não Judicialização”, explica a atuação do seu grupo no estudo de propostas viáveis para inserir os métodos consensuais na dianteira de uma mudança na cultura, gestão e solução de disputas. “Estamos buscando formas para a consolidação das soluções consensuais a ser construído pelos operadores das várias áreas de atividade econômica, como indústria, comércio, prestação de serviços, setor bancário/financeiro, instituições de ensino, escritórios de advocacia, e outras mais”. A implantação dessa política vai possibilitar o destravamento do Judiciário, beneficiando toda a população.
 
Ricardo Caldas, mestre em engenharia elétrica, formado na UNB e hoje empresário de sucesso (presidente da Telemikro e do Sindicato da Indústria de Informação do DF) acredita que a implantação do Codese, está possibilitando a que a sociedade se mobilize mais efetivamente em busca de seus direitos. ” Os esforços e talentos disponibilizados pela sociedade organizada, em sintonia com o governo, poderão oxigenar os sistemas de planejamento e garantir um futuro saudável e bastante promissor para a Capital de todos os brasileiros”. Ricardo é o coordenador da Câmara de Tecnologia que tem   23 participantes.
As 17 câmaras técnicas - formadas por empresários, especialistas e professores, hoje com 248 por voluntários- que debatem, elaboram e querem monitorar projetos de curto, médio e longo prazo, tendo como foco a melhoria da qualidade de vida da população do Distrito Federal e Entorno, em gestão compartilhada. O Codese mira suas ações na maior eficiência produtiva para o setor público, com adoção de políticas de desenvolvimento sustentável, geradoras de riqueza e, melhor distribuição da renda para a população.


Para o presidente do Codese-DF, Paulo Muniz, os governos já não conseguem planejar suas ações, sequer no dia a dia. Ainda mais para longo prazo. Seus horizontes raramente ultrapassam os quatro anos de mandato. Acabam, muitas vezes, investindo em propostas populistas apresentadas durante as campanhas. “Vamos elaborar projetos sólidos e lutar para que eles sejam realizados de modo competente e honesto ao longo de todo o período, não apenas de um governo”.  
As primeiras sugestões de caráter emergenciais do Codese-DF serão apresentadas ainda este mês ao governador Rodrigo Rollemberg. Em agosto do próximo ano, as sugestões serão colocadas à mesa dos candidatos ao GDF. As propostas serão negociadas e compromissadas, sob as vistas da sociedade, que cobrará e fiscalizará o atendimento às suas expectativas. 

0 Comentários |



SIA Trecho 2/3 Lote 1.125 2º andar
Brasília/DF - CEP 71200-020
Tel.: (61)3234.8310 - Ramal: 215
codesedf@gmail.com
Jornal CODESE EM AÇÃO
Edição de Novembro/2019

 

 


Copyright ©2019 CODESE/DF
desenvolvido por