BEM-VINDO AO FUTURO DE BRASÍLIA!

Estamos fazendo hoje, o futuro de Brasília e do Distrito Federal.




CONHEÇA O TRABALHO DO CODESE/DF

Você tem algum projeto para nossa cidade? Compartilhe conosco.


ENVIE O SEU PROJETO

O futuro do Brasil nasce em Brasília!

A história de uma mulher pioneira que ama profundamente Brasília.
06/10/2019
FONTE: Luciana Castro

Em continuidade às histórias de pessoas inspiradoras, o Codese/DF apresenta a história de uma mulher que ama profundamente Brasília. A pioneira que ajudou a construir um legado na área da Educação para a capital federal. Acolhedora e dona de um sorriso repleto de elegância, Cosete Ramos Gebrim abriu as portas de sua casa e revelou um agradável inquilino do coração, a generosidade.  

 

Idealizadora da Aliança das Mulheres que Amam Brasília (AMABRASÍLIA), Cosete contou o início de sua história de amor, que nasceu com os fundamentos da capital federal na década de 60, inspirada por uma ilustre liderança política, o presidente da República Juscelino Kubitschek. Prepare um chá de frutas cítricas e uma cadeira confortável, porque vamos viajar para os primórdios de Brasília, quando uma cidade se ergueu em meio a poeira do Cerrado, no Planalto Central. 

 

Cosete ainda menina chegou a Brasília acompanhada do pai, o deputado gaúcho Ruy Ramos, líder do movimento Mudancista, que articulou a transferência da capital federal do Rio de Janeiro para o Distrito Federal, e a mãe, a professora Nehyta Ramos, aprovada em concurso nacional para integrar o primeiro grupo de mestres da cidade. 

 

Paraninfo JK

 

Cosete foi da primeira turma de mestras formadas no Centro de Ensino Fundamental (Caseb), em Brasília. A formatura aconteceu no dia em 15 de dezembro de 1960 e Cosete era a oradora da turma. A nova professora viveu um encontro memorável com o presidente da República, Juscelino Kubitschek, paraninfo de sua turma. Em meio a fotos do presidente, Cosete relembrou com entusiasmo o momento em que JK se emocionou com seu discurso de oradora da turma e a repercussão no jornal do dia, Correio Braziliense, por fazer o presidente chorar.

 

Mostrando a foto que registra JK cumprimentando-a pelo discurso, Cosete exclamou: “Para minha surpresa ele escreveu de próprio punho, após o discurso as seguintes palavras”! E recitou como se vivesse novamente aquele momento inesquecível. “A solenidade por si só justificava a emoção que eu senti. Formatura das primeiras mestras de Brasília. O discurso da oradora da turma, Cosete Ramos, revelou tal altura intelectual, tal maturidade de cultura, que olho agora mais tranquilo o destino da educação no Planalto”, JK.

 

Cosete dedicou sua vida à Educação, após estudar pedagogia na Universidade de Brasília (UnB), concluiu o Mestrado e Doutorado nos EUA, retornando à capital. “O legado do presidente JK inspirou toda a minha vida. Sinto que o presidente está lá em cima me olhando e dizendo assim: Foi um bom trabalho minha filha, fez muito bem! Porque eu dediquei minha vida inteira à Brasília e à educação em Brasília”.

 

Líder estudantil

Fundado no Caseb, em junho de 1960, o primeiro grêmio estudantil da capital levou cerca de 360 estudantes às urnas, após uma intensa campanha eleitoral, de sala em sala, com duas chapas. De forma democrática, elegeram Cosete Ramos a primeira presidente, mulher, do grêmio estudantil JK. “Eu me tornei a primeira líder estudantil eleita em Brasília. Foram momentos históricos que vivi, responsáveis pela minha paixão por Brasília”.  

 

Valorização da mulher

Questionada sobre a valorização e o papel da mulher no início de Brasília, a pedagoga afirma, “eu vejo uma época áurea para as mulheres, verdadeiramente muito bonita, em que as mulheres tiveram um lugar de muito destaque. Cosete mencionou o documentário “Batom e Poeira” que conta a história das 50 mulheres pioneiras de Brasília. Cosete é uma das 50 que se destacaram na fundação da capital. “A violência contra a mulher começa a se tornar mais explícita e visível bem mais tarde”.  

 

AMABRASÍLIA

Após 25 anos de atividades, no Ministério da Educação e Cultura, Cosete se aposentou e começou a se envolver com vários projetos da sociedade civil. Daí, a idealizar uma Aliança de Mulheres foi um salto. Cosete começou a conceber a AMABRASÍLIA em 2017, a missão desse grupo de mulheres é cuidar de Brasília. As primeiras damas do DF são presidentes de honra. Atualmente, a presidente de honra é a primeira-dama Mayara Noronha. A aliança reúne mais de 300 mulheres, com destaque em três pilares de atuação: pessoas, natureza e cultura.

 

Sonho de Brasília

Cosete Ramos sonha com o futuro, almeja uma Brasília mais fraterna, que valorize seus filhos mais vulneráveis: crianças, idosos e mulheres. Mas, também uma Brasília como a cidade da inteligência. “É aí destaco o papel do Codese/DF, no desenvolvimento de um novo momento, de um repensar de nossa amada Brasília, para daqui há 30 e 40 anos, como o local ideal para criar nossos filhos e netos”. Brasília, como a cidade da inteligência, mergulhada em emoções, valores e criatividade. “Essa nossa imaginação permitiria a Brasília dar ao país e ao mundo, lições e exemplos de como é possível conviver harmoniosamente, respeitando um ao outro e ao mesmo tempo criando um novo momento de vida para os seres humanos no planeta. O futuro do Brasil nasce em Brasília”!

0 Comentários |



SIA Trecho 2/3 Lote 1.125 2º andar
Brasília/DF - CEP 71200-020
Tel.: (61)3234.8310 - Ramal: 215
codesedf@gmail.com
Jornal CODESE EM AÇÃO
Edição de Novembro/2019

 

 


Copyright ©2019 CODESE/DF
desenvolvido por